Coronavirus e COVID-19: tipos de proteção

Coronavirus e COVID-19: tipos de proteção

Todos sabemos já que a pandemia de coronavírus COVID-19 foi gerada na cidade de Wuhan, na China, em novembro do ano passado, provavelmente devido à mutação natural de um vírus que afetava só animais. Mas foi no início de 2020 que o vírus chegou à Europa para se estender e criar o caos sanitário, econômico e social que vivemos atualmente.

Em estado de alerta sanitária na Espanha e confinamento em muitos países do mundo, temos tempos incertos que viver, semelhantes aos vividos em guerras ou catástrofes ambientais, até que a vacina chegue pelo menos para a população mais vulnerável. Medidas de confinamento e proteção são métodos que nos garantem que não continuaremos a nos infectar em taxas elevadas e, portanto, não ultrapassaremos a capacidade do nossa sistema nacional de saúde, ou seja, assim podemos garantir que todos os pacientes vão ser cuidado da melhor forma para superar a doença.

Mas o que todos nós nos perguntamos é: E até quando? Só há uma saída para essa situação, que é toda a população (ou a grande maioria) se imunizar contra o vírus, para que não tenhamos mais infecções. Isso pode acontecer de duas maneiras: a população passa a doença e é imunizada, ou a população é vacinada e com isso é imunizada. Enquanto a vacina chegue ao mercado (um processo que está cada vez mais próximo) e é comercializada para vacinar maciçamente toda a população (começando pelos grupos de risco), apenas com confinamento e com medidas de proteção (que neste momento todos conhecemos: distanciamento, higienização das mãos e máscara) poderemos controlar e diminuir a taxa de penetração do vírus na população, tendo muito cuidado sobretudo de tentar proteger aos grupos de risco.

Mas como nos protegemos durante o confinamento e entre os mesmos?

1. COM MÁSCARAS: Durante a primeira fase de propagação da doença, foi dito que o vírus não estava no ar e que, portanto, era inútil usar máscara para nos proteger de inalá-lo. Mas depois foi demonstrado que o vírus permanece no ar por mais tempo do que se pensava, portanto, o contágio pelo ar pode ser importante. O vírus está nas secreções (saliva, muco, urina, fezes, lágrimas) de pessoas que o carregam, com sintomas (tosse, diarreia, dispneia, febre, mialgias, perda do olfato) ou sem sintomas (pessoas que têm passado a doença podem continuar a excretar o vírus 14 dias após de ter superado os sintomas, pois existem reservatórios internos, como o intestino). Com uma máscara regulada tipo KN95, FFP2 ou FFP3, evitamos que o vírus que está no ar seja respirado, e também serve de proteção nos casos em que, ao não ter a distância de separação de 1,5 m, uma pessoa infectada tossa ou nós fale muito perto. Embora protejam algo, não basta qualquer máscara (uma máscara de tecido ou não higiênica fornece uma certa barreira, mas não garante a maior proteção contra o contágio) porque não nos impede respirar o vírus e também nos dá uma falsa sensação de segurança. Você pode ver as máscaras que temos disponíveis no seguinte link:
MASCARAS

2. HIGIENE DAS MÃOS: A higiene das mãos salva vidas. A OMS tem um dia dedicado à higienização das mãos, então pode-se ver a grande importância que tem na prevenção de doenças e no covid não podia ser menor. Sempre antes de tocar o rosto, as membranas mucosas (olhos, nariz, boca) você deve lavar ou higienizar as mãos. Sabemos que os objetos atuan como fômites, então quando você toca algo que tem o vírus depositado, se você tocar o rosto, estará abrindo a porta ao vírus. O uso de luvas não é recomendado se você não as higienizar bem como as mãos. Você pode ver as nossas luvas e geles desinfetantes para as mãos disponíveis no seguinte link:
GELES DESINFETANTES
LUVAS

3. COM DESINFECTANTES: A desinfecção e a limpeza são importantes para tentar reduzir a transmissão do vírus. As solas dos sapatos podem ser pulverizadas com uma solução de alvejante a 2% (ou seja, 20 ml de alvejante para cada 980 ml de água). Temos um alvejante alimentário para limpar frutas e legumes à venda (é importante que depois se faça um enxágüe profundo). Você pode ver os produtos para desinfecção no seguinte link:
DESINFETANTES

O vírus vai ficar um pouco conosco, um tempo das nossas vidas, e é uma incômodidade, um fiasco. Mas o importante é que seja apenas isso, e não se torne uma internação hospitalar própria ou de alguém próximo. Devemos cuidar de nós mesmos e da nossa família. É um momento para ser responsável.

Publicado em 2020-04-05 por A. Munuera Parafarmacia Online Campoamor 0 608

Deixe um comentárioDejar una respuesta

Você deve estar  registrado  para deixar um comentário.
Menu
Coluna esquerda
Coluna direita
Conta
Favoritos
Carregando ...
Carro

Nenhum produto

Total

Confirmar

Quantidade
Total
Produto adicionado com sucesso ao seu carrinho de compras
Existem 0 itens no seu carrinho. Existem 0 itens no seu carrinho.
Total
Continue comprando Confirmar